Sobre o Imbokodo

O que é o Imbokodo?

O Imbokodo é um grande estudo de eficácia que investiga a associação de duas vacinas experimentais para prevenir o HIV. As vacinas em estudo são chamadas Ad26.Mos4.HIV (vacina Ad26) e Clade C gp140 (vacina de proteína). Os principais objectivos deste estudo são determinar:

  • As vacinas conseguem prevenir a infecção por HIV?
  • As vacinas são seguras para administração nas pessoas?
  • O sistema imunitário das pessoas responde às vacinas em estudo?

As vacinas em investigação neste estudo NÃO podem causar infecção por HIV ou SIDA. Não são produzidas a partir de HIV vivo, HIV destruído, partes retiradas de HIV, ou de células humanas infectadas por HIV. São produzidas a partir de cópias sintéticas (feitas pelo homem) de partes de HIV e, por esse facto, não podem causar infecção por HIV ou SIDA. 

As vacinas deste estudo são experimentais. Tal significa que continuamos a investigá-las e que continuamos a descobrir até que ponto são seguras para utilizar em pessoas e se irão prevenir a infecção por HIV. 

Estas vacinas apenas são utilizadas para investigação. Não estão disponíveis ao público nem disponíveis para venda. Estas vacinas são fornecidas pelo seu fabricante, Janssen Vaccines & Prevention B.V., parte da Janssen Pharmaceutical Companies da Johnson & Johnson.

Quero saber mais sobre o Imbokodo

O Imbokodo é um grande estudo que visa demonstrar que estas vacinas podem proteger as mulheres da África subsariana contra a infecção por HIV. Se o Imbokodo conseguir demonstrar que estas vacinas resultam em mulheres da África subsariana, será um passo muito importante no sentido da descoberta de uma vacina segura e eficaz que protegerá as pessoas de todo o mundo contra o HIV. 

Um outro grande estudo, realizado em 2009, demonstrou pela primeira vez que uma vacina pode prevenir o HIV, embora apenas de forma modesta. Esse estudo teve o nome de RV144 e foi realizado na Tailândia com mais de 16.000 pessoas. Os resultados foram encorajadores e demonstraram que a vacina preveniu 31,2 por cento das novas infecções por HIV. Isto significa que as vacinas em estudo utilizadas no RV144 conseguiram prevenir a infecção por HIV em aproximadamente uma em cada três pessoas que receberam a vacina do estudo. Embora tal não tenha sido suficiente para as vacinas serem aprovadas para utilização no público, o estudo forneceu aos cientistas os sinais e informação que necessitavam para desenvolver melhores vacinas. As vacinas em investigação no Imbokodo são diferentes das do estudo RV144.

As vacinas utilizadas no Imbokodo, e vacinas semelhantes, foram testadas em diversos estudos de menor dimensão. Um destes estudos de menor dimensão é conhecido como Approach, que utiliza uma vacina Ad26 muito semelhante e a mesma vacina de proteína do Imbokodo, e está a ser realizado nos EUA, Ruanda, Uganda, África do Sul e Tailândia. As vacinas Ad26 e de proteína utilizadas no Imbokodo estão também a ser administradas a 235 pessoas em dois estudos nos EUA, Quénia e Ruanda chamados HVTN 117 (Traverse) e HVTN 118 (Ascent). O Traverse e o Ascent são estudos de fase inicial em que os investigadores pretendem saber se as vacinas Ad26 e de proteína (as mesmas vacinas utilizados no Imbokodo) são seguras para administração nas pessoas; se as pessoas podem receber as vacinas em estudo sem se sentirem demasiado desconfortáveis, e como responde o sistema imunitário das pessoas às vacinas Ad26 e de proteína do estudo. Os resultados prematuros do Traverse, e do estudo Approach atrás referido, demonstraram que estas vacinas são seguras para serem administradas nas pessoas e que proporcionam boas respostas imunitárias. 

Nos estudos realizados até hoje, não foram comunicados problemas de saúde graves relacionados com estas vacinas. No entanto, há sempre a possibilidade de ocorrerem problemas que não se verificaram ainda. É por esse motivo que um dos objectivos deste estudo é avaliar se as vacinas são seguras quando administradas a mais pessoas. A saúde de cada participante será rigorosamente vigiada durante o estudo.

O Imbokodo é diferente dos estudos de menor dimensão no sentido que, no Imbokodo, os investigadores pretendem agora saber se as vacinas Ad26 e de proteína podem de facto prevenir a infecção por HIV. 

Quem está a realizar o estudo?

O estudo está a ser conduzido pela HVTN, Janssen Vaccines & Prevention B.V., parte da Janssen Pharmaceutical Companies da Johnson & Johnson, e todos os centros de estudo participantes. Estas entidades estão a trabalhar em colaboração com parceiros da comunidade para assegurar que esta investigação é aceitável para a comunidade local e que respeita as culturas locais.